Quicklists
This content requires JavaScript and Macromedia Flash Player 7 or higher. Get Flash

Malária - Curta 2013

Almes

61 Exibições

Malária conta a história de Fabiano, um jovem mercenário que é contratado para matar Morte." "Este curta combina Origami, Kirigami, Time lapse, ilustração nanquim, quadrinhos e filmes de faroeste." Data de lançamento: 26 de maio de 2013 (mundial) Direção e Roteiro: Edson Oda Elenco: Rodrigo Araujo, Antonio Moreno, Flavio Araujo Música composta por: Rodrigo Meszaros, Christopher Scullion, Tiago Gamke Produção: Edson Oda, Alexandre Tommasi, Sergio Prado Dirigido por Edson Oda, o curta Malária é um projeto experimental, inspirado no universo de filmes de bang bang, e traz uma forma diferente de ser assistido, com técnicas de origami, time lapse, kirigami, quadrinhos e nanquim. Malária narra a história de Fabiano Carreira, um jovem mercenário contratado para matar a morte. O curto foi escrito para participar do concurso Django Unchained Emerging Artist Contest, promovido pelo diretor e roteirista Quentin Tarantino e pela Red Bull para descobrir novos cineastas que produzam peças ambientadas no mesmo universo do filme Django Livre. A obra foi a grande vencedora do concurso: o filme ganhou uma exibição na Comic Con 2012, apresentada pelo próprio Tarantino; e já foi visto mais de 640 mil vezes, chegando a ganhar o selo Staff Pick da Vimeo. Edson Oda é conhecido por utilizar trilhas sonoras incríveis; e a dublagem não deixa nada a desejar, com os trabalhos dos conhecidos dubladores Antonio Moreno (dublador de vozes de artistas como Morgan Freeman, Charles Bronson e Sean Connery), no papel da Morte, e Rodrigo Araújo, como o matador Fabiano Carreira.

Por favor, selecione o nome da lista de reprodução a seguir

Sinalizar Vídeo

Selecione a categoria que melhor reflete sua preocupação com o vídeo, para que possamos analisá-lo e determinar se ele viola nossas diretrizes da comunidade ou se não é apropriado para todos os espectadores. O uso abusivo desse recurso também é uma violação das diretrizes da comunidade, por isso, não faça isso.

0 Comentários